NOTÍCIAS
SÓ VÍDEOS
21/10/2020
Visualizações: 5826

CRUELDADE! Homem é preso ao manter filho da sobrinha, de 2 anos, amarrado com coleira de cachorro. VEJA VÍDEO

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Mãe do menino denunciou o caso à polícia e disse que também era agredida pelo tio. Suspeito negou o crime e afirmou que o vídeo "era uma brincadeira". Caso ocorreu em Chapadão do Sul, no Mato Grosso do Sul.

Um homem de 37 anos foi preso após denúncia de violência doméstica da própria sobrinha. A jovem de 19 anos afirmou que ela e o filho de dois anos eram agredidos pelo tio, e que a criança era mantida presa com uma coleira de cachorro. O flagrante ocorreu na terça-feira (20), em Chapadão do Sul, na região Nordeste do Mato Grosso do Sul.

 

Na delegacia, onde registrou boletim de ocorrência e pediu medidas protetivas de urgência, ela mostrou um vídeo do menino preso, gravado pelo próprio agressor. Ela também solicitou medidas protetivas de urgência.

 

Veja também


IMAGENS FORTES! Mulher cansada de ser espancada mata marido com várias facadas no coração em plena via pública. TUDO FILMADO. VEJA VÍDEO

 

Grávida de 3 meses, mulher sofre aborto após receber choque de policial. VEJA VÍDEO


No depoimento, a jovem disse que o filho também era vítima era agredido pelo suspeito e chegou a mostrar um vídeo gravado pelo próprio agressor, no qual ele mantém a criança presa com uma coleira de cachorro, ressaltando ser castigo.


Segundo o relato da vítima, o homem "chegou a arremessar objetos" contra ela e ainda ameaçá-la com um facão. A Polícia Militar (PM) foi acionada, porém, não conseguiu encontrá-lo no local, sendo o suspeito preso horas depois pelo Setor de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil.

 

O suspeito, que possui antecedentes por tráfico de drogas, deve responder pelos crimes de injúria e ameaça contra a mulher e maus-tratos contra o garoto, segundo afirmou ao G1 o delegado Felipe Potter, responsável pelas investigações.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram. 

Entre no nosso Grupo de WhatsApp. 

 

"A vítima disse que já tem um tempo que sofre esse tipo de agressão, principalmente xingamento e humilhação. Ontem ele preso em flagrante e, automaticamente, instaurado o inquérito policial para relatar os fatos. Ele foi interrogado e disse que não bateu na jovem e que era uma brincadeira o vídeo. O próximo passo agora é relatar o inquérito policial e aguardar a decisão do poder judiciário sobre a prisão dele", finalizou. 


G1

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.