25 de Junho de 2022 - Ano 8
NOTÍCIAS
Interior em Destaque
13/04/2022

Desafios da Saúde no Alto Solimões e a Integração da Atenção Básica são temas de palestras em Tabatinga, nesta quarta-feira (13/04)

Foto: Maíra Pessoa/FVS-RCP

Evento contempla, também, imunização e monitoramento de dados na região

Os desafios da Vigilância em Saúde, o monitoramento de indicadores de saúde e a imunização no contexto da pandemia de Covid-19 na região do Alto Solimões, estão entre os temas abordados no I Congresso de Secretários Municipais da Regional do Alto Solimões, realizado na terça-feira (12/04) e quarta-feira (13/04), em Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus).

 

Os temas foram abordados pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), vinculada à Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), que também abordou sobre o cenário epidemiológico da região e os indicadores do Programa de Qualificação das Ações de Vigilância em Saúde (PQAVS).

 

O evento é uma realização do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems-AM) para todos os secretários municipais de saúde e técnicos da região. “A iniciativa visa fortalecer a gestão e a atenção à saúde na regional do Alto Solimões”, destacou o presidente do Cosems-AM, Franmartony Oliveira,

 

Veja também

 

Governador Wilson Lima inicia ações do programa Governo Presente na calha do rio Juruá

 

Wilson Lima anuncia restaurante popular Prato Cheio em Carauari, que servirá 400 refeições por dia

 

A região do Alto Solimões está localizada no extremo oeste do Amazonas, próximo à Tríplice Fronteira entre Peru, Colômbia e Brasil (por meio de Tabatinga). “Trata-se de uma região desafiadora para a Vigilância em Saúde e controle de doenças, já que a fronteira é caracterizada por grande fluxo de pessoas que transitam entre os três países”, afirma a diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim.

 

A mobilidade transfronteiriça é protagonizada por populações ribeirinhas, indígenas e moradores das periferias urbanas, em contato com a floresta e em situação de vulnerabilidade social. “O diálogo com os secretários municipais de saúde, durante o evento, é importante para repensar estratégias compatíveis com a realidade local e, assim, intensificar as ações de saúde de forma integrada”, avalia Tatyana.

 

Para a diretora do Departamento de Atenção Básica e Ações Estratégicas da SES-AM, Viviana Almeida, os municípios do Alto Solimões podem fortalecer a Atenção Primária à Saúde (APS) aderindo a ações estratégicas como credenciamento de equipes de saúde ribeirinha e fluvial. “As peculiaridades amazônicas devem ser observadas e melhor utilizadas no financiamento federal”, salienta.


Alto Solimões – A região do Alto Solimões corresponde a 13,8% do território do Amazonas e é formada por nove municípios: Amaturá, Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Fonte Boa, Jutaí, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, Tabatinga e Tonantins.


Congresso – A FVS-RCP participa do I Congresso de Secretários Municipais de Saúde Regional Alto Solimões, que ocorreu, na terça-feira (12/04) e quarta-feira (13/04), em Tabatinga. Além do Cosems-AM e da FVS-RCP, a iniciativa também contempla a participação da SES-AM, Ministério da Saúde e do Instituto Leônidas e Maria Deane (Fiocruz Amazônia).

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram

 

Referência – A FVS-RCP é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas. A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Os contatos telefônicos da FVS-RCP são (92) 3182-8550 e 3182-8551. 

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2022. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.