21 de Julho de 2024 - Ano 10
NOTÍCIAS
Eleições 2024
21/05/2024

Eduardo Leite admite adiar eleições deste ano

Foto: Reprodução

Numa entrevista a O Globo o governador Eduardo Leite admitiu a possibilidade de adiamento das eleições municipais deste ano no estado e explicou o porquê

Não bastassem os prejuízos que as suas decisões erradas na questão ambiental trouxeram ao Rio Grande do Sul o governador Eduardo Leite admite adiar para sabe-se lá quando o direito dos gaúchos de julgar seus prefeitos e vereadores nas eleições deste ano.

 

"Ainda é um pouco cedo [para falar no adiamento das eleições], mas também não vai poder retardar muito essa discussão. Junho já é um momento pré-eleitoral e em julho se estabelecem as convenções. É um debate pertinente. O Estado estará em reconstrução, ainda em momentos incipientes, em que trocas de governos municipais podem atrapalhar esse processo. O próprio debate eleitoral pode acabar dificultando a recuperação" disse numa entrevista a O Globo.

 

Isto é coisa de quem não gosta de ouvir o povo ou tem medo de seu julgamento.

 

Veja também

 

Eleições 2024: TSE conclui nova etapa de testes em urnas eletrônicas

 

David Almeida vai lançar pré-candidatura à Prefeitura de Manaus; veja a data

 

É quando a memória ainda está fresca que o povo pode julgar se seu prefeito e seus vereadores trabalharam pelo Município ou pelas enchentes, se fizeram obras de contenção das encostas, recuperação das matas ou seguiram o conselho do antigo ministro de Jair Bolsonaro Ricardo Salles e "passaram a boiada"...

 

Quem não deve não teme a opinião popular.

 

O povo não só pode como deve julgar com seu voto, por exemplo, prefeitos que agiram como o governador Eduardo Leite, preocupados com o ajuste fiscal, que não cuidaram da questão ambiental que agora praticamente destruiu boa parte do estado.

 

Leite reconheceu sem querer seu erro em entrevista à Folha. Disse que estudos alertavam para a questão ambiental, mas "a agenda que se impunha ao estado era especialmente aquela vinculada ao restabelecimento da capacidade fiscal do estado".

 

Preferiu o ajuste fiscal e agora o ajuste vai para o ralo com os bilhões que serão necessários para recuperar o estado.

 

Nas eleições, os prefeitos e vereadores vão pode explicar aos eleitores por que tomaram ou deixaram de tomar as atitudes para prevenir ou minorar as enchentes.

 

O prefeito de Porto Alegre Sebastião Melo, por exemplo, vai poder explicar por que não cuidou da manutenção do sistema de bombas e do muro de proteção do Porto.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram 

 

Ao contrário do temor de Eduardo Leite, talvez a situação calamitosa do estado traga a grande oportunidade de cidadãos e políticos definirem juntos qual o Rio Grande do Sul que querem (re)construir para o futuro.

 

Fonte: Revista Fórum

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2024. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.