21 de Julho de 2024 - Ano 10
NOTÍCIAS
Curiosidade
14/06/2024

Euandria: o 'esporte' que celebrava a masculinidade na Grécia Antiga

Foto: Reprodução

Na Grécia Antiga, a perfeição física e moral era um ideal buscado por muitos, e se refletia em várias práticas culturais, incluindo concursos que combinavam força, beleza e virtude masculina.

 

Entre esses concursos, a euandria se destacou como uma celebração das qualidades físicas e morais dos homens.

 

Veja também

 

Estudo revela que homens tendem a não usar camisinha se a mulher for bonita

 

Dia Mundial de Conscientização sobre o Albinismo: entenda condição que causa efeitos na visão e na pele

 

UM MOSAICO DE FORÇA E BELEZA

 

As estátuas da Grécia Antiga mostram o padrão de beleza e força física admirado na época. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

 

A euandria, derivada do termo grego antigo para "masculinidade" e "beleza masculina", era mais que um concurso de beleza, e fazia parte de grandes festivais como os Panateneias e os Teseias, realizados em cidades como Atenas, Rodes, Sestos e Esparta. Durante esses eventos, os jovens eram avaliados pela aparência física, força e habilidades atléticas, refletindo a importância da kalokagathia — a combinação de beleza e bondade — na cultura grega.

 

Os participantes exibiam suas qualidades além de poses estáticas, demonstrando suas capacidades físicas em performances atléticas e militares. Embora parecesse similar aos concursos de beleza modernos, a euandria exigia uma demonstração equilibrada de força, tamanho e beleza.

 

Os vencedores eram reconhecidos pela simetria e definição muscular, mas também pela capacidade de defender suas cidades-estado em tempos de guerra. Comparada às competições modernas de fisiculturismo, a euandria destacava a saúde e aptidão física como símbolos de pureza, nobreza e defesa comunitária, transcendendo a mera estética.

 

A BELEZA MASCULINA NA SOCIEDADE GREGA

 

Estátua de Xenofonte. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

Fotos:Reprodução

 

Na Grécia Antiga, a beleza masculina era vista como um indicador de excelência moral e nobreza, e influenciava a estratificação social, alianças políticas e práticas religiosas.

 

Homens como Alcibíades usavam sua aparência para ganhar apoio e influência, e filósofos como Xenofonte argumentavam que a beleza era uma virtude presente em todas as fases da vida. A boa aparência desempenhava um papel crucial na persuasão e formação da opinião pública, sendo uma prática comum entre líderes que buscavam consolidar poder e influência.

 

Além disso, a beleza e a força física eram diretamente ligadas à preparação para a guerra. Todos os homens eram esperados a manter um corpo forte e saudável como obrigação cívica e símbolo de prontidão militar.

 

A euandria não apenas celebrava esses atributos, mas também motivava os jovens para a vida militar ao incentivar a disciplina e o treinamento rigoroso essenciais para a sobrevivência das cidades-estado gregas.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

Mais do que um simples concurso de beleza, a euandria era uma celebração da força e da virtude masculina na Grécia Antiga. Ela refletia os ideais de kalokagathia e desempenhava um papel crucial na preparação dos jovens para a vida cívica e militar. Ao compreender a euandria, ganhamos uma visão mais profunda da cultura grega antiga e de seus valores fundamentais, que exaltavam a harmonia entre corpo e espírito.

 

Fonte:Mega Curioso

 

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2024. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.