02 de Julho de 2022 - Ano 8
NOTÍCIAS
Geral
25/05/2022

Grupo suíço fecha acordo com o MPF e pagará US$ 40 milhões à Petrobras

Foto: Reprodução

Após se declarar culpada por atos de corrupção que envolveram a Petrobras, a Glencore Xstrata, empresa multinacional anglo-suíça de commodities de mineração, fechou um acordo de leniência com o Ministério Público Federal (MPF) brasileiro e se comprometeu a pagar uma multa de quase US$ 40 milhões. As informações são do Estadão.

 

O acordo ainda precisa ser homologado, mas a expectativa é que a quantia seja depositada em parcela única dentro de 30 dias após a chancela. O dinheiro será repassado direto para a Petrobras.

 

A Glencore reconheceu ter pago propina em troca do favorecimento em operações de compra e venda de combustíveis da Petrobras no mercado externo. As suspeitas foram levantadas pela Operação Lava Jato.

 

Veja também

 

Em Davos, Guedes diz que presidente da Petrobras e diretoria da estatal definem política de preços

 

Bolsonaro tem 'rabo preso' e falta a ele 'coragem' para mudar política de preços da Petrobras, diz Lula

 

O MPF também adiantou que o grupo anglo-suíço também prometeu entregar “informações e provas relevantes sobre os ilícitos, identificando os participantes”, o que, segundo o órgão, vai abastecer investigações sobre corrupção, lavagem de dinheiro, peculato, improbidade e crimes contra o sistema financeiro nacional.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram

 

COMPLIANCE

 

Em comunicado publicado nesta terça, a Glencore informou que “reforçou suas estruturas de compliance”, com base nas “melhores práticas internacionais”, e que não é mais a mesma empresa que foi quando “práticas inaceitáveis” ocorreram.

 

Fonte: Metrópoles

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2022. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.