NOTÍCIAS
Internacional
01/08/2020

Mais de 10 mil pessoas protestam em Berlim contra isolamento

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Slogan da manifestação é

Mais de 10 mil pessoas protestam em Berlim contra medidas de isolamento social. Sem distância de proteção nem máscaras, a manifestação ocorre neste sábado (1) convocada pela extrema direita neonazista. O protesto na capital alemã acontece em meio a uma escalada de contaminações por Covid-19 no país.

 

Desde esta manhã ocorre o protesto contra as medidas de proteção de combate a Covid-19. O número de manifestantes foi dado por um porta-voz da polícia alemã no início da marcha de protesto. Esse número era esperado apenas no fim do protesto, segundo informações da imprensa alemã.

 

O ministro da Economia alemão, Peter Altmaier, pediu recentemente sanções mais duras contra violações às regras de isolamento social e pediu ações firmes em casos de "má conduta irresponsável".

 

Veja também

 

Líder religioso da Coreia do Sul é preso por atrapalhar combate à Covid-19

 

Surto de Covid em acampamento prova que crianças são vulneráveis ao contágio pelo coronavírus, diz estudo

O slogan da manifestação é "O fim da pandemia, dia da liberdade". A frase é uma referência ao filme homônimo "Dia da Liberdade", produto de propaganda da cineasta nazista Leni Riefenstahl sobre o congresso do do partido de Hitler em 1935.

 

Milhares de alemães ligados à extrema direita expressam sua insatisfação com as medidas de proteção contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2) com apitos. Eles pedem "liberdade" e "resistência". "A maior teoria da conspiração é a pandemia da Corona" também foi um mote ouvido no protesto segundo a imprensa alemã.

 

Neonazismo


Foi o grupo neonazista "Querdenken 711" que convocou a manifestação para este sábado. De acordo com o senador alemão Andreas Geisel, várias organizações neonazistas também solicitaram participação.

 

A teórica da conspiração, Attila Hildmann, também havia convocado a manifestação para este sábado, mas foi proibida com antecedência, por acusação de sedição. Foi a segunda proibição consecutiva de uma manifestação de Hildmann na Alemanha.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram

Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

O protesto usa diferentes bandeiras: símbolos proibidos pela Constituição alemã como a "Reichskriegsflagge", bandeira do Exército nazista usada durante a Segunda Guerra Mundial, com a famosa cruz do "Reich", idealizada por Hitler. 

 

iG

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.