NOTÍCIAS
Política no Amazonas
20/09/2020

OPINIÃO: Sobre a Cidade Inteligente: um projeto a ser defendido nas eleições deste ano

Compartilhar:
Foto: Reprodução

*Por Lúcio Carril - O atual prefeito de Manaus usou como carro-chefe da sua reeleição o projeto da cidade inteligente. Trata-se de uma proposta moderna e viável, mas serviu apenas de mais um embuste eleitoral do verborrágico alcaide.


Apresento aqui umas breves concepções sobre a Cidade Inteligente. Vejo como necessária sua construção na capital do Amazonas.

 

1- O projeto de Cidade Inteligente é indissociável da perspectiva da Cidade do Conhecimento. Neste sentido, a implantação de mecanismos tecnológicos de comunicação e integração de serviços públicos só será possível a partir de uma perspectiva abrangente de construção e disseminação do conhecimento.

 

2- Um projeto de Cidade Inteligente tem que ser acompanhado de um plano de inclusão social e melhoria de vida da população, através de uma economia do conhecimento, fundada na ciência e tecnologia apropriadas, com qualificação contínua de toda população. A gestão pública tem que pensar e desenvolver as condições necessárias para o avanço da educação e o desenvolvimento técnico e cientíco.

 

3- " A Cidade do Conhecimento pressupõe a construção de uma estrutura física que arquitete e acomode os novos requisitos para o conhecimento intensivo e extensivo para todas as faixas etárias, integrada às ocupações e negócios que viabilizem a prosperidade compatível com a maior qualidade de vida " (Márcio Pochmann - Reconquistar a Cidade - O conhecimento como estratégia das mudanças).

 

4- A Cidade Inteligente pressupõe um novo olhar sobre a cidade, fundado numa nova realidade onde os serviços se apresentam como protagonistas em sua diversidade. A emergência dos serviços e a inclusão social, com desenvolvimento sustentável, devem configurar a nova cidade baseada no conhecimento.

 

5- As Tecnologias de Comunicação e Informação (TCIs) dever servir de instrumentos para o avanço da democracia, ampliando a participação popular e tornando a gestão mais transparente.

 

6- A Cidade Inteligente e do Conhecimento deve ter como foco a inclusão de regiões e locais onde vivem estratos sociais submetidos à profundas desigualdades de oportunidades e privação social e cultural.

 

7- A Cidade Inteligente e do Conhecimento deve focar nos pequenos negócios, geradores de emprego e renda, além da ampliação de oferta dos serviços públicos.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram. 

Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

8- Por fim, a Cidade Inteligente tem que ter como meta a redução dos impactos ambientais, através da reciclagem e do tratamento de resíduos, a fim de evitar riscos à população e à cidade.

 

**Lúcio Carril é sociólogo, ex-secretário executivo da Secretaria de Política Fundiária do Estado do Amazonas, ex-delegado federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário e especialista em gestão e políticas públicas pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.