NOTÍCIAS
Internacional
31/05/2020

Pessoas são mais importantes do que economia, diz Papa Francisco sobre pandemia

Compartilhar:
Foto: Divulgação

Papa Francisco fala para os fiéis na Praça de São Pedro, no Vaticano, neste domingo (31).

Durante discurso neste domingo (31), o Papa Francisco saiu do texto previsto e afirmou que pessoas são mais importantes do que a economia, em um momento em que países decidem como vão retomar atividades após as restrições adotadas para tentar evitar a dissminação do novo coronavírus.

 

"Curar as pessoas, não poupar (dinheiro) para ajudar a economia (é importante), curar as pessoas, que são mais importantes do que a economia", disse o Papa.


A fala do pontífice foi a primeira em três meses feita de sua janela para a Praça de São Pedro, no Vaticano, conforme o isolamento da Itália chega ao fim.

 

Veja também 

 

Protestos contra morte de negro pela polícia chegam à Trump Tower e Nova York

 

EUA: delegacia é queimada em ato contra morte de homem negro

 

"Nós, pessoas, somos templos do Espírito Santo, a economia não", completou.

 

Papa dá benção da janela neste domingo (31) no Vaticano — Foto: Alessandra Tarantino/AP


As palavras do Papa foram recebidos com aplausos de centenas de pessoas na praça, muitas usando máscaras e mantendo vários metros de distância umas das outras. A praça havia sido reaberta ao público no domingo passado (24). Normalmente, dezenas de milhares de pessoas vão à praça aos domingos.

 

A última vez que o Papa se dirigu aos fiéis da janela na Praça de São Pedro foi no dia 1º de março, antes de a Itália impor a quarentena. As últimas restrições terão fim na quarta-feira (3), segundo a Reuters. Mais de 33 mil pessoas morreram em território italiano por causa da Covid-19, terceiro maior número do mundo até este domingo (31).


Indígenas da Amazônia

 

14 de maio: membros da comunidade indígena Parque das Tribos choram ao lado do caixão do chefe Messias, que morreu vítima da Covid-19 em Manaus. — Foto: Michael Dantas/AFP

Fotos: Divulgação

 

O Papa também manifestou preocupação com os povos indígenas da Amazônia. Ele relembrou o sínodo da Amazônia, em outubro do ano passado, enquanto pedia aos fiéis que "invoquem o Espírito Santo de forma que Ele possa dar luz e força à Igreja e à sociedade na região amazônica, extremamente afligidas pela pandemia de Covid-19".

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.
Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

O pontífice rezou por "aqueles mais pobres e aqueles que não têm defesas" na Amazônia e em outras regiões do mundo. "E eu rogo para que não lhes falte cuidado em saúde", disse Francisco.

 

G1

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.