NOTÍCIAS
Política
16/09/2020

PGR apura movimentação de funcionários em gabinete de Bolsonaro na Câmara

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Uma eventual investigação não pode ser deflagrada porque lei impede que o presidente seja apontado como responsável por algo que ocorreu antes do mandato

Uma apuração preliminar foi aberta pela Procuradoria-Geral da República (PGR) para apurar sobre a movimentação de funcionários do gabinete de deputado do atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Câmara.

 

A decisão do procurador-geral Augusto Aras foi comunicada ao Supremo Tribunal Federal (STF) após o Ministério Público Federal ser provocado a se manifestar sobre o pedido, realizado por um advogado.

 

A apuração avalia se houve alguma irregularidade nas movimentações salariais entre 1991 e 2018 pelos assessores que atuaram no escritório de Jair Bolsonaro enquanto deputado.

 

Veja também

 

Bancada evangélica se reúne com Bolsonaro nesta quarta para tratar de dívidas das igrejas

 

Lula defende Bolsonaro e ataca Moro: 'Tenta ganhar a opinião pública mentindo'

Formalmente, o presidente não está sendo investigado e a procuradoria-geral não tem um prazo para concluir as análises.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram. 

Entre no nosso Grupo de WhatApp.

 

Uma eventual investigação não pode ser deflagrada porque lei impede que o presidente seja apontado como responsável por algo que ocorreu antes do mandato. 

 

iG

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.