NOTÍCIAS
Política
16/09/2020

Reitor preso no Rio afirma ter doado para campanha de Flávio Bolsonaro

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Segundo José Carlos Melo, dinheiro era para pagar dívidas da campanha para o Senado

O reitor da Universidade Iguaçu (Unig), José Carlos de Melo, preso na operação que colocou no xadrez meio governo Witzel e afastou o próprio do Palácio Guanabara, contou a interlocutores que doou para a campanha de Flávio Bolsonaro ao Senado em 2018.

 

Segundo Melo, agora afastado da reitoria da universidade, o dinheiro foi para pagar dívidas da campanha para o Senado e foi pedido por Leonardo Rodrigues, segundo suplente de Flávio Bolsonaro e até hoje secretário de Ciência e Tecnologia do governo do Rio.

 

O problema é que da prestação de contas de Flávio Bolsonaro não consta nenhum centavo doado nem pela Unig nem por Melo.

 

Veja também

 

STJ adia julgamento de recurso de Flávio Bolsonaro para paralisar investigação de 'rachadinhas'

 

Bolsonaro veta perdão a dívidas de igrejas e sugere derrubada do veto

Revista Época

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.