NOTÍCIAS
Arte e Fama
01/06/2020

Saiba que são os famosos que defendem Bolsonaro de tudo e todos - Parte 5

Compartilhar:
Foto: Divulgação

Jair Bolsonaro entre Ronaldinho Gaúcho, Susana Werner, Alexandre Pato e Caio Ribeiro: apoio ao presidente gera

Tímidos durante a disputa eleitoral de 2018, os simpatizantes conhecidos de Jair Bolsonaro estão cada vez mais atuantes nas redes sociais e na mídia. As quatro primeiras partes dessa matéria especial destacaram dezesseis integrantes desse grupo.

 

Entre eles, Luís Ernesto Lacombe, Netinho da Bahia, Ratinho, Gusttavo Lima, Marcelo de Carvalho e Mara Maravilha.

 

Na área esportiva há vários apoiadores declarados do presidente. Um deles é Alexandre Pato. Após a repercussão estrondosa do vídeo da reunião ministerial, quando Bolsonaro soltou palavrões e petardos, o atacante do São Paulo postou no Twitter o slogan bolsonarista 'Brasil acima de tudo, Deus acima de todos'.

 

Veja também 

 

Sikêra Júnior faz live com camisa de força em busca de Ibope, mas recebe terrível notícia

 

TRETA NOS BASTIDORES! Âncora da Record diz que Sikêra Jr. mente para o público para ter audiência

 

 

 

Em resposta às centenas de críticas, inclusive de algumas celebridades da TV atuantes na mesma rede social, Pato fez outra postagem. "Torço pelo Brasil melhorar e crescer cada vez mais e ser um exemplo de país. Então vou apoiar o PR sim para que ele possa fazer um Brasil melhor", escreveu. PR é abreviação para presidente da República.

 

O atleta de pensamento conservador — que chegou a ser chamado de 'Alexandre Gado' por alguns cronistas esportivos — uniu-se à mulher dele, a apresentadora Rebeca Abravanel (filha do apresentador-empresário Silvio Santos e da novelista Iris Abravanel), na marcha de evangélicos que se mantêm ao lado de Bolsonaro.

 

 

 

Caio Ribeiro também virou alvo fácil por defender o bolsonarismo. O comentarista da Globo gerou manchetes ao rebater comentários desfavoráveis ao presidente feitos por Raí. Essa discórdia a partir de opiniões políticas conflitantes dividiu a torcida e a direção do São Paulo, time no qual os dois construíram carreira bem-sucedida.

 

A postura de Caio, interpretada como blindagem a Jair Bolsonaro, também produziu uma discussão do ex-craque com o colega de emissora Walter Casagrande, um ícone do Corinthians. Diante do linchamento virtual do sãopaulino, o deputado federal Eduardo Bolsonaro saiu em defesa dele. O parlamentar afirmou que a Globo "persegue quem não milita" pela esquerda.

 

 

 

Outro ídolo dos gramados que apoia o atual chefe do Executivo é Ronaldinho Gaúcho. O ex-jogador chegou a postar foto vestindo uma camisa da Seleção com o 17, número usado por Bolsonaro na eleição. No Instagram do pentacampeão, uma foto dele ao lado do presidente teve 1,3 milhão de curtidas.

 

A relação entre os dois rendeu parceria profissional: o craque aposentado foi nomeado embaixador do turismo do Brasil, função simbólica não remunerada. Mesmo após ser detido no Paraguai, em março, sob a acusação de uso de passaporte falso, Ronaldinho foi mantido no posto vinculado à Embratur.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram
Entre no nosso Grupo de WhatsApp.
 

 

Fotos: Reprodução

 

A atriz e ex-modelo Susana Werner, mulher do goleiro Júlio César, demonstra não se abalar com ataques de quem desaprova o presidente. Em mensagem nos Stories do Instagram, ela se disse "Bolsomínia assumida" após assistir ao vídeo da reunião ministerial. "Vi um presidente indignado com tudo o que tem de errado", postou.

 

Terra

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.