NOTÍCIAS
Plantão Policial
17/07/2020

Sargento PM diz estar indignado porque toda vez que prende traficante de drogas em flagrante delito, ele é solto pela Justiça

Compartilhar:
Foto: Divulgação

"Rugal" foi preso novamente pelo sargento PM Salazar na última quinta-feira à noite

Pela terceira vez em menos de um ano, o traficante de drogas identificado como “Rugal” foi preso em flagrante delito pelo sargento PM Salazar, que é lotado na 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). E pela terceira o traficante foi solto.

 

Em razão disso, o sargento, que é vizinho do traficante no bairro da Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, se diz bastante indignado.

 

"Toda vez que eu prendo o “Rugal”, rapidamente ele aparece em liberdade e vendendo drogas novamente pelas ruas do bairro", ressaltou o sargento.

 

Veja também


IMAGENS FORTES! Bandidão que tinha muitos crimes nas costas é executado no final da tarde na comunidade Rio Piorini, Zona Norte de Manaus. VEJA VÍDEO

 

 

Justiça Federal devolve perigosos e sanguinários traficantes da FDN para o Sistema Penitenciário do Amazonas
 

Na última quinta-feira, 16, por exemplo, “Rugal” foi preso mais uma vez pelo sargento PM Salazar e pela guarnição que estava ao seu comando, quando traficava drogas nas proximidades da quadra de esportes do Núcleo 2 da Cidade Nova. E mais uma vez ele foi solto.

 

Segundo o sargento, os familiares do traficante venderam alguns bens para pagar advogado para tirá-lo da cadeia.

 

Sargento Salazar prendeu o traficante p

ela terceira vez em menos de um ano

 

Desta vez o traficante estava com dezenas

de porções de drogas (Foto: Divulgação)


Um irmão de “Rugal”, bem mais jovem que ele, já estava se transformando em usuário de drogas, mas algum tempo atrás ouviu os conselhos do sargento e hoje em dia tem um emprego e leva uma vida de cidadão.

COMENTÁRIOS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.